Home Quem somos Eventos Cadastre-se Promoções Anuncie Fale conosco  
 
Pesquisa
Matérias
Serviços
Parceiros










Administro Informa
 
Economia


21/11/2010

Eike Batista mostra interesse pelo grupo Silvio Santos

Juliana Ennes
 

O empresário Eike Batista, conhecido por entrar em diferentes áreas de negócios no Brasil, deixou em aberto a possibilidade de negociar ativos do grupo de Silvio Santos, inclusive o SBT.

Após a divulgação das irregularidades no Banco PanAmericano, o canal de televisão poderia ser colocado à venda, já que está entre as garantias oferecidas pelo empresário Silvio Santos ao Fundo Garantidor de Créditos (FGC) para liberar o aporte de R$ 2,5 bilhões.

O presidente do grupo EBX disse que está analisando todas as possibilidades de investimento no Brasil. "Tudo o que é bom e o que dá para arbitrar a gente olha". O executivo afirmou que jamais tentaria competir, por exemplo, com a Ambev, Submarino e Embraer, por considerar as empresas competidoras de excelência mundial.

No entanto, ele lembrou que existem no país diversos setores ainda ineficientes. "Tudo que é ineficiente no Brasil, nós enxergamos um espaço gigante."

Perguntado se seria interessante ter um canal de televisão para a nova empresa de entretenimento, com quem fechou uma joint venture ontem - a IMG Worldwide -, o executivo respondeu que "sim, claro". Entretanto, ele não quis dizer se já há algum tipo de negociação direta com Silvio. Ele limitou-se a dizer que "estuda de tudo".

A partir da parceira com o milionário Ted Forstmann, a companhia que gere entre outras personalidades a carreira de Tiger Woods, passou a levar a marca do empresário brasileiro e passou a se chamar IMGX. "Forstmann gostou da ideia de incluir o ´ x´ para multiplicar os negócios", disse Batista, que ficou com 50% do negócio. Entre os planos para a IMGX no Brasil, está a construção de arenas para a prática de esportes, além do aproveitamento de arenas já existentes. "Estamos fazendo um mapeamento no Brasil de quais cidades comportam arenas multiuso. O Brasil gosta de eventos, o brasileiro gosta de se entreter. Então, tem mercado para nós", acredita.


 

Fonte: Valor Econômico


 
Versão para impressão Enviar para um amigo

« voltar
Assinantes
Usuário
Senha
 






 
 
Política de Privacidade   |   Termos de uso
Copyright © 2009 - Administro - O Portal do Administrador de Sucesso. Todos os direitos reservados.
Proibida a reprodução, publicação, distribuição, cópia, ou qualquer outra forma de utilização do conteúdo sem autorização por escrito dos editores.